CNN BRASIL: IEPS aponta que 34% da população não tem acesso à atenção básica de saúde

Compartilhe esta notícia:

Desse total, ao menos 33,3 milhões de pessoas também não são atendidas por planos de saúde privados e ficam sem acesso a nenhum tipo de atendimento

No Brasil, 72,69 milhões de pessoas não estão cobertas pelo programa de atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS). O número representa 34% da população do país.

É o que mostra o levantamento realizado pelo Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS) da situação do programa da Estratégia de Saúde da Família (ESF) no país.

Desse total, ao menos 33,3 milhões de pessoas também não são atendidas por planos de saúde privados, sendo, portanto, dependentes exclusivamente do SUS.

Conforme o relatório, 46% dos municípios brasileiros alcançaram 100% de cobertura da Estratégia de Saúde da Família, e outros 25% estão “muito próximos”. A maior parte da população desassistida pela ESF está nas capitais ou regiões metropolitanas, com concentração no Sudeste, justamente por conta do tamanho da população nesses locais.

O estudo destaca, também, que existe um grupo de municípios socialmente vulneráveis e com baixas taxas de cobertura no Norte e Nordeste do país.

O IEPS estima que 100% de cobertura da ESF pode ser alcançada com cerca de 25,6 mil novas equipes, o que requer até 236,9 mil profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos, auxiliares e agentes comunitários de saúde, ao custo de R$ 17,1 bilhões ao ano.

Os cálculos foram feitos levando em consideração o orçamento do Ministério da Saúde proposto no Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2023.

Fonte: CNN Brasil (29/22/2022)